Notícias
o mais importante sobre o mercado imobiliário
Notícias
voltar \ Ir à praia e dar um mergulho este verão? Guia para cumprir as regras e estar em segurança

Ir à praia e dar um mergulho este verão? Guia para cumprir as regras e estar em segurança

21 mai 2020
Ir à praia e dar um mergulho este verão? Guia para cumprir as regras e estar em segurança
Recomendações para ir à praia em segurança em 2020.

O calor está a apertar e, depois de meses metidos em casa devido à pandemia, a ideia de ir praia torna-se mais apetecível.. As boas notícias é que já há data para a abertura da época balnear em Portugal. A partir de 6 de junho de 2020 os areais “reabrem” em Portugal, mas este ano, e por causa da Covid-19, com muitas restrições. O Governo já estipulou quais as regras para ir à praia e dar um mergulho, desde a distância que deve ser mantida na areia, passando pelos bares, restaurantes, esplanadas, até à prática de desporto. O idealista/news preparou um guia para que possas ir a banhos em segurança.

O risco de contaminação através das secreções respiratórias (tosse e espirros) de uma pessoa infetada continua a ser o veículo direto de transmissão, que também acontece nestes espaços, “pelo que a utilização das praias não constitui uma exceção ao cumprimento das medidas gerais para a pandemia da doença Covid- 19, definidas pela Direção-Geral de Saúde (DGS), que recomendam o distanciamento físico, evitando a concentração de pessoas, a higiene frequente das mãos, a etiqueta respiratória, a limpeza e higienização dos espaços, e a utilização de máscara e viseira, quando tal se revele necessário e adequado”, lembra a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que preparou um longo manual com linhas orientadoras.

Seguir todas as regras e normas de segurança é fundamental para minimizar o agravamento da pandemia, sendo por isso necessário reinventar a forma como as praias são usufruídas. O Governo salienta, de resto, a importância de manter-se o distanciamento físico e as medidas sanitárias básicas. A APA lembra que a “maior ou menor segurança com que estes espaços vão ser utilizados depende essencialmente da capacidade de transmitir aos cidadãos que devem ser eles próprios a acautelar, em primeiro lugar, a sua situação de risco”.

Entre as muitas medidas definidas, e de forma a evitar a afluência excessiva às praias, as entidades concessionárias devem sinalizar o estado de ocupação das praias de banhos que correspondem à sua concessão, incluindo a respetiva frente de praia, utilizando sinalética de cores: verde (ocupação baixa), amarelo (ocupação elevada) e vermelho (ocupação plena). Nas praias de banhos não concessionadas, a responsabilidade de sinalizar o estado de ocupação das praias é das autarquias locais. O estado de ocupação das praias poderá ainda ser consultado, em tempo real, através de uma aplicação para o telemóvel (Info Praia) ou no site da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Deixamos-te de seguida um resumo das principais regras que devem ser respeitadas para ir dar um mergulho em 2020.

Regras para ir à praia em 2020

Utilização do areal

  • Distancia mínima de 1,5 metros entre pessoas (exceto se fizerem parte do mesmo grupo);
  • Afastamento de três metros entre chapéus de sol;
  • Interditas atividades desportivas com 2 ou mais pessoas (exceto atividades náuticas, aulas de surf e desportos similares).

Regras de circulação

  • Sentido único de circulação com distanciamento físico de 1,5 m;
  • Podem ser definidos corredores de circulação, paralelos e perpendiculares à linha de costa ou à margem, de acordo com a área disponível e com as condições de cada praia.

Toldos, colmos e barracas

  • Distância mínima de três metros entre chapéus de sol, toldos ou colmos;
  • Afastamento de 1,5 metros entre os limites das barracas;
  • Máximo de 5 pessoas por toldo, colmo ou barraca;
  • Cada pessoa ou grupo só pode alugar toldos, colmos ou barracas de praia de manhã (até às 13h30) ou de tarde (a partir das 14h).

Bares, restaurantes e esplanadas

  • Reorganização das esplanadas para assegurar o distanciamento;
  • Limitação da capacidade, nos termos aplicáveis à restauração;
  • Os espaços devem ser regularmente higienizados, no mínimo quatro vezes por dia.

Vendas ambulantes

  • Os vendedores ambulantes de bolas de berlim, gelados, etc., têm de usar obrigatoriamente máscara e viseira;
  • A circulação de vendedores deve ser feita com distanciamento físico das pessoas e, de preferência, pelos corredores de circulação.

Equipamentos

  • Proibido o uso de gaivotas, escorregas e chuveiros interiores;
  • Chuveiros exteriores, espreguiçadelas, colchões ou cinzeiros devem ser higienizados diariamente ou sempre que mudem de mãos.
  • GOV.PT
Veja Também